AkiraKawazoe

Post por:

Open Your mind

Open Your Mind foi feita com uma alusão do que pode ser a mente humana fechada. Uma cratera profunda e escura sob um céu amedrontador, ao mesmo tempo que o ato de libertar a mente, ou “abri-la” pode ser para o si mesmo uma explosão de novos horizontes. O Crânio sendo aberto ao centro da imagem é uma representação direta do que todo ser humano é na realidade, igual, simples e oculto, somente o ato de buscar ser algo a mais faz daquele um ser com a mente aberta e pronta para brilhar.

Photoshop CS6
Tablet: Bamboo Pen
Layers: 27
Tempo de trabalho (sem recortes de imagens): 00:16:56

Making of:

Não seja hostil, todo Designer já foi sobrinho

Sim! sobrinho, eu, você, seus professores da faculdade e até mesmo Alexandre Wolner um dia já foi sobrinho. Ficou surpreso? Não aceita? É melhor começar a aceitar, pois é a mais pura verdade.

Antes de mais nada vamos deixar uma coisa bem clara aqui, não estarei usando o termo “Sobrinho” de forma pejorativa, por tanto, toda vez que você ver a palavra sobrinho aqui neste artigo, leia “iniciante, amador, aventureiro”. OK? Estando entendidos vamos la para o assunto em si!

Grids, grelhas e linhas guias, o que são e como se usa?

No mundo do Design, sabemos que existem profissionais que preferem trabalhar de forma livre, utilizando de traçados soltos, tipografias desenhadas à mão, pincéis e tinta. Por outro lado, temos também profissionais que ja preferem trabalhar de forma mais “engenhosa”, utilizando de geometria, grids ou grelhas, linhas guias, réguas e medidas exatas para cada elemento de seu projeto. Pois bem, eu sou um desses 🙂 … Mas na realidade não existe o melhor e o pior, apenas  o que é adequado e o que atende a necessidade do cliente, indiferentemente do método ou técnica aplicada. Neste artigo irei abordar a minha visão de como é trabalhar sempre com base em grids e um pouquinho de minha experiência com esta área.